Tireoide

ENDOCRINOLOGIA e METABOLOGIA 

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta (dois lobos), localizada na parte inferior do pescoço, logo abaixo do “Pomo de Adão”. É uma das maiores glândulas do corpo humano e tem aproximadamente 15 a 25 gramas (adulto).

 

Ela age na função de órgãos importantes como: coração, cérebro, fígado e rins, assim como interfere no crescimento e desenvolvimento das crianças.

 

É fundamental estar em perfeito funcionamento para garantir o equilíbrio do organismo. Porém, quando há alguma disfunção, temos as doenças: hipotireoidismo (déficit de hormônio tireoidiano) e hipertireoidismo (excesso de hormônio tireoidiano).

 

O Hipotireoidismo é uma doença da tireoide que acarreta em hormônio insuficiente, levando o corpo a funcionar lentamente: coração bate mais devagar, intestino fica preguiçoso, crescimento comprometido, sonolência, pele seca, ganho de peso, entre outros problemas.

 

No Hipertireoidismo o hormônio está em excesso, ou seja, ao contrário do anterior, o corpo começa a funcionar rápido demais: coração disparado, intestino solto, agitação, dificuldade para dormir, queda de cabelo e pouca energia.

 

O câncer de tireoide é uma doença que acomete homens e mulheres, apesar de ser mais prevalente no sexo feminino (3 vezes mais). Dentre os fatores de risco vale a pena ressaltar o histórico familiar e exposição à radiação. Existem quatro tipos de câncer de tireoide: papilífero, folicular, medular e anaplásico. Nem todos aparecem como nódulo tireoidiano. Porém, se você tem fator de risco, acompanhe com seu endocrinologista.

 

Prevenção

 

Os problemas da tireoide podem ocorrer em qualquer fase da vida, desde o recém-nascido ao idoso. Portanto, procure um endocrinologista para avaliar suas queixas quando compatíveis como uma das doenças citadas.